terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Ju Marconato

E esse é o último post sobre a Ju Marconato, infelizmente, mas isso também não significa que não falaremos mais sobre ela ou qualquer outra bailarina que já tenha feito parte de nossos estudos.
Nesse vídeo eu gostei de várias coisinhas que a Ju Marconato faz nesse vídeo mas em especial uma ondulação com shimmie. Ela está com o peso na perna da frente e está tremendo e nisso ela faz um camelo invertido (ou ondulação invertida) que vai até o peito e logo em seguida ela emenda o camelo normal (ou ondulação) só que mesmo que ela esteja com uma perna a frente da outra esse camelo é feito na direção do eixo, ou seja, pro meio do corpo, umbigo como referência, só que por conta do posicionamento da perna o peso acaba caindo na perna que está atrás e é justamente aí que vem o pulo do gato!!!
Quando a gente aprende o camelo a professora diz "coloca o peso lá na frente e depois vai trazendo o quadril pra dentro, e é nesse instante que o quadril dá uma virada para cima (a pélvis fica "virada" para cima) e depois relaxamos o quadril atrás, ou solta o bumbum (só que soltar o bumbum não é empina-lo!) e quando ela está prestes a soltar o bumbum ela dá o impulso com a perna de trás pro quadril subir, ou seja, emendamos o camelo com o oito para cima (mas ele é feito somente de um lado, podendo pensar também em desenhar uma bolinha com apenas um dos lados) e ela repete de novo esse oito para cima feito somente de um lado, a seqüência começa em 3:05.



Redondo

A Randa continua reinando aqui no Brasil mas já está sofrendo "ameaças" ao seu trono da Soraia Zaied, já estou vendo muita influência da Soraia nas apresentações das bailarinas brasileiras mas ainda com o título de rainha da dança do ventre aqui no Brasil tem um redondo da Randa que está sendo muitíssimo usado pra mudar de direção, ele é feito com uma projeção maior do quadril para frente, ísquios, e ao mesmo tempo ela "joga" o quadril na direção que ela deseja ir só que ela não abre a perna pisando no lado que ela quer ir, ela pega o impulso para ir... é como se o quadril a puxasse, tivesse um cabo e ele puxa o quadril e conseqüentemente o corpo.
Ela faz esse movimento, mas de forma mais sutil, em 1:30.


sábado, 25 de dezembro de 2010

Feliz Natal

Oi pessoal!
Não tive tempo de postar ontem as minha felicitações de Natal para vocês pois estava no corre-corre de Véspera de Natal.
Enfim, Feliz Natal para todos, que seja bastante abençoado por Deus, muitas alegrias, muita saúde e muito amor!

Dança Núbia

Encontrei esse vídeo de aula particular, coreografia de dança núbia, com o Mahmoud Reda e como sempre com várias combinações, várias técnicas a serem estudadas, muito fofa essa coreografia.


Maquiagem

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Vídeos Interessantes!

Sei que esses vídeos entraram nas comunidades do orkut no quesito "Os Piores vídeos" mas pra mim eles definitivamente não são! Acho que o que destaca aqui é justamente a criatividade, a brincadeira e não mostrar a técnica da dança em si pois eu não acho que alguém em sua sã consciência iria dançar assim pra querer mostrar técnica, né?!
E justamente por isso na minha opinião é um momento de descontração, brincar mesmo com a dança do ventre.






Post de Explicação

Sei que o blog estava bem atrasado com relação aos "posts" mas final de ano é sempre uma loucura, teve o espetáculo final de outubro e eu não tinha tempo pra nada aí passado o espetáculo, que foi um sucesso, comecei a colocar minha vida em ordem e lá vem outra apresentação no chá árabe e depois um (super) workshop com a Jade el Jabel, depois pensei que finalmente poderia descansar e colocar minha vida em ordem e fiquei doente com uma infecção grave, e precisei de 2 semanas pra me recuperar e logo em seguida emendei com uma viagem que já estava programada há meses e finalmente estou com tempo pra atualizar (e já consegui atualiza-lo, faltam só 2 posts do "dançando em casa", sugestões?) meu blog e estava preparando 2 super posts pra fechar o ano nesse meio tempo, sem contar os mil planos pra 2011!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ju Marconato

Esse é o penúltimo post sobre a Ju Marconato e ainda estou decidindo com quem começaremos os estudos no ano de 2011, mas já tenho algumas sugestões bem legais e não vou anunciar agora para não estragar a surpresa.
Nesse vídeo, mais uma vez, achei lindo o início e particularmente achei a menininha Paolla linda e que quadril!!! Muito bem elaborado esse início, gostei!
Outra super seqüência da Ju Marconato que eu adorei, particularmente, e nessa seqüência eu destacaria 2 partes a descida e um outro movimento que ela faz agachada.
A seqüência começa com ela dando 2 passos em direção ao público, direita e esquerda, ela para com a perna esquerda sendo base e coloca a direita na lateral alongada e nisso ela escorrega a perna direita pro lado agachando na perna esquerda que é a base, na hora de puxar a perna direito pra perto do corpo ela trabalha os braços que é da Randa, cruzando os braços a frente do corpo, assim ela chama atenção pra os braços e o público "esquece" a perna dela por um tempo que é o suficiente pra ela puxar. Já agachada a Ju Marconato apoia o joelho esquerdo no chão e faz o básico egípcio, oito, camelos mas o que eu mais gostei foi o básico egípcio frente e trás que ela faz aos 5:16, mas a seqüência mesmo começa em 5:02.



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Deslocamento

Não é a Randa que reina nesse quesito, e não sei quem é enfim, o que eu tenho visto bastante que na hora de deslocar o pessoal está usando muita valsa (ou chassê) pra cima e pra baixo, esquerda, direita além das diagonais!
Por que não dar um UP na valsa? Tentar mesclar, um braço novo, sei lá.... algum tchan! Pra sair da versão clássica da valsinha, e também por que SÓ fazer valsa quando a música pede um deslocamento? Por que não uma andada com elegância? Um deslocamento usando o quadril? Até mesmo um giro?!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Ju Marconato

Gostei muito da leitura da Ju Marconato nesse vídeo, achei muito suave mas preciso e a técnica usada achei linda! Adorei!
Nesse vídeo eu dou destaque a uma mini-seqüência e alguns passos do básico só que de maneira completamente diferente, na minha opinião é uma seqüência ímpar.
A primeira é uma mini-seqüência e começa com a Ju Marconato fazendo camelos (ou ondulação) girando em torno de si executando 3 e no último ela dá depois do último camelo só que essa segurada é feita na perna da frente, ou seja, ela faz o camelo normalmente e quando o peso volta pra perna da frente ela segura UM tempo e nesse tempo ela traz a perna de trás para frente e já emendando no deslocamento com shimmie frente e trás é seco, ela repete o deslocamento só que na frente ela faz um meio oito pra baixo e quando ela começa a fazer o trás ela puxa a perna já encaixando o quadril na posição do cóccix e que corresponde a primeira posição pra executar o camelo (ondulação) invertido que ela deixa refletir até a cabeça, 1:10.



segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Giro

Mais uma vez os giros... sinceramente não sei de onde tiraram essa moda, acredito que seja das aulas de balé (que são bastantes visíveis em algumas bailarinas e na nova linha de estudo daqui) e algumas bailarinas que eu tenho visto não sabem mudar de direção ou de lado, sim são duas coisas diversas, sem ser com giro.
Giros são lindíssimos, e eu particularmente adoro, mas acho que podemos diversificar essa mudança de lado e/ou direção até mesmo pra deixarmos a nossa dança mais rica, tecnicamente, e o menos previsível possível. Então experimentem brincar com os sinuosos, batidas, breaks, braços, explore o seu corpo e você irá se surpreender!

sábado, 11 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Ju Marconato

Super chique essa caminha que a Ju Marconato utilizou nessa dança e é tecnicamente simples, quando eu digo isso me refiro somente que usamos passos que aprendemos no nível "básico" ou "iniciante" mas sendo bem aplicados tornam a dança impecável!
A Ju Marconato sobe na meia ponta mantém o peso em uma das pernas, e corpo no eixo, ponteia a frente com a outra, mas bem curtinho, e faz um redondo começando pela lateral (lateral, frente, lateral e trás) e quando o peso está no trás e o quadril no encaixe do cóccix ela emenda com um camelo invertido que vai até o peito.
Mas quando ela passa o peso para o ísquio ou frente, no invertido, ela pisa transferindo o peso para a perna da frente, 0:42.


Véu

Que o véu de seda é muitíssimo usado no Brasil isso é fato e eu acredito que seja uma marca da dança do ventre do Brasil o uso do véu no início das apresentações, mas isso é papo pra outro post somente sobre véu ou sobre a dança aqui o que seria o estilo brasileiro, enfim assistindo aos vídeos da Ju Marconato percebi que ela tem um movimento característico com o véu que é se enrolar nele e segura-lo com uma das mãos, e braços bem alongados, e apartir daí girar e eu tenho visto, atualmente, muitas meninas executando o mesmo passo.
Acredito que tenha virado moda e realmente é um passo bonito e de efeito, principalmente se a música der uma acelerada e você quer aproveitar esse tempo pra girar mas fazendo algo diferente e simples com o véu, mega válido! E está sendo bem difundido e acho que essa moda vai pegar mesmo já que não era um movimento que eu visse muito nos vídeos anteriormente e atualmente entre 5 bailarinas que eu assisto 3/4 estão fazendo isso.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Dança Núbia

Texto tirado do site do Mahmoud Reda e traduzido por Yasmine Amar que gentilmente me concedeu a permissão de postar esse texto aqui no blog, obrigada!

Nouba ou Dança Núbia
A dança Núbia originou-se mais ao sul do Egito do que o saidi, em uma área entre o Egito e o Sudão. A região é extremamente quente o ano inteiro, por isso os núbios tem que vestir roupas especiais para protegerem-se do Sol.
A música núbia é muito rica em ritmos. Às vezes eles usam bandirs (tambores grandes) para a dança, mas nem sempre.
A dança núbia é muito suave e com movimentos simples. O povo núbio são parte da África negra e são muito diferentes do resto do povo egípcio. Eles também têm sua própria língua e dialeto.
Roupas para os homens: Galabya longa e branca e calças brancas (a cor branca ajuda a refletir a luz do Sol). Por cima, uma roupa colorida e um turbante bem comprido na cabeça. Eles também usam sapatos especiais para proteger seus pés do chão quente.
Roupas para as mulheres: Galabya longa em cores claras, um vestido preto leve por cima, que mostre o vestido de baixo, um lenço bem comprido na cabeça, cobrindo todo o cabelo. Elas adoram usar muitos acessórios: um colar chamado Kerdan Núbio, grandes brincos, geralmente de prata, e todo tipo de acessórios de prata.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...