terça-feira, 31 de agosto de 2010

Dançando em casa - Tranquinho

Para Samara!

Esse não é o mesmo post aonde eu explico uma junção entre o tranquinho e o oito para trás, esse é para explicar o movimento em si, apenas o tranquinho. Pelo que eu tenho visto nos últimos anos muitas meninas tem dificuldade com esse movimento não sabem de onde vem, pra onde vai, como funciona, e que músculos utilizar e se precisa deles.
Eu penso, primeiramente, na movimentação de quadril como um todo, girando-o por inteiro como o twist dos rocks antigos, treinou? Respirou direitinho para não ficar com dores no abdômen? Tudo tranquilo?
Ok, então vamos para a próxima parte... esse mesmo círculo que você faz com o quadril, sem sair do lugar, divida-o em 4: frente direita, frente esquerda, trás direita, trás esquerda. E agora será como o nosso twist que usamos nas nossas danças, SÓ QUE você irá ignorar a parte da frente e treine só o trás. Conseguiu? Tanto para um lado quanto para o outro para não ser bailarina que só saber dançar em uma direção?
Agora vamos executa-lo, coloque o peso sob uma perna mas não deslize demais o quadril para a lateral, sempre mantendo a linha do teu corpo, e devagar pense em um twist para trás junto com o encaixe do cóccix, isso mesmo... você irá combinar esses dois movimentos e sempre pensando em colocar o bumbum para dentro, para dar mais efeito pode contrair a musculatura mas sempre sem força nenhuma!

Khaleege

Procurando vídeos de Khaleege pra postar aqui no blog encontrei o vídeo dessa menininha dançando khaleege no programa "Qual é o seu talento?" e eu achei meeeeeeega fofa e iria postar o vídeo aqui, mas encontrei o vídeo dela se apresentando em um concurso de dança e ganhei o primeiro lugar, muuuuuuuuuito fofa!!!
Aqui está o link do vídeo http://www.youtube.com/watch?v=1Ra3q-CSL9k .


Maquiagem

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Naima AKef

Esse, infelizmente, é o último post sobre essa bailarina maravilhosa que é a Naima Akef... para nossa tristeza existem poucos vídeos devido a sua morte precoce, mas os poucos vídeo que temos dela são riquíssimos em técnica e beleza.
Uma coisa que eu percebi assistindo aos vídeos da Naima é que ela usa muito as pernas, alongadas, marcações com o pé, esse tipo de coisa, e podemos ver isso nas bailarinas atuais mas não porque elas estudam a Naima Akef e sim porque a Randa estuda a Naima, e acaba por influenciar indiretamente as bailarinas de hoje.
Outra coisinha que eu vi nos vídeos dela é que a dança dela é feita pela combinação de passos básicos diferentemente da Samia Gamal que na minha opnião era mais atrevida para a época do que a Naima e a Taheya Karioka, mas eu acho isso super interessante é a dança mais pura do que atualmente pois vemos muitas fusões e influências de outras danças na dança do ventre, e apartir dos passos básico é que criamos o nosso leque de técnicas que podemos utilizar durante a nossa dança.
Indo pra parte técnica agora, eu acho a Naima sensual mas ela é um sensual muito sutil, muito mesmo! Como eu já havia dito antes ela usa muito os oitos, seja na horizontal ou na vertical, nesse caso ela faz um oito para cima pra se deslocar para lateral só que ele é "beeeeeem magrinho" e ao mesmo tempo bem pequenininho... exemplo, você vai para o lado direito, o quadril do lado esquerdo você faz uma bolinha bem pequenininha mas muito redonda e do lado direito é como se a bola estivesse "esmagada", ou seja, será mais comprimada e não redondinha como um grão de arroz por exemplo, um desenho mais oval do que redondo mas sempre "magrinho" (2:12).
Dou destaque também para o seu alongamento, ela faz cambrèes e redondões maravilhosos!!!






Estou apaixonada por esse vídeo da Naima, ela tá mais solta, mais espevitada, e a leitura incrível!!! Já falei desse vídeo antes por conta da leitura dela do arcodeon que foi simplesmente impecável! Logo no comecinho quando a música começa e ela vai se deslocando para trás ela faz um shimmiezinho com o quadril e emenda com um mini-camelo, e o efeito do DUM é com o final do camelo (0:06), super simples mas eu adorei!!!
E também no começo ela faz um deslocamento mega simples só balançando o quadril de um lado para o outro EXTREMAMENTE MOLINHO (0:20) só que esse ela faz no lugar, pra um leve deslocamento e a Naima repete o movimento mais a frente só que mudou um pouco o passo, ela dá mais intenção para um dos lados, o lado que ela está indo, e a perna contrária ao lado que está indo... por exemplo, ela vai para esquerda a ênfase é maior do lado esquerdo, mas isso não quer dizer que é mais forte pra esse lado e sim que ele é maior do que o outro mas sempre EXTREMAMENTE MOLINHO!!! E a perna que vai a frente é o lado DIREITO e esquerda atrás (0:42).


segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Descidas

Pode ser influencia do Tito, pois é o bailarino que eu mais vejo fazendo isso, ou que o povo tenha surtado (hahahaha...) mas estou vendo muitas bailarinas descendo em algum momento da dança e dançando agachada nem que seja por 5 segundinhos mas só pra fazer uma graça e depois sobem e continuam dançando normalmente, outras "sentam" mesmo no chão e trabalham o lento que, particularmente, acho que dá todo um "tchan" na dança, fica super interessante!
Das bailarinas brasileiras a que mais faz isso é a Ju Marconato, seja numa dança mais moderna seja em um lento, mas hoje em dia outras bailarinas também estão fazendo isso e a galera se amarra!
Mas se você for fazer cuidado com a postura, ao subir pra não empinar o bumbum e sem querer meter na cara de alguém e treine bastante antes pra não fazer feio.


Ju Marconato


Tito


Nesrine

sábado, 21 de agosto de 2010

Khaleege

Um vídeo que a qualidade não é tão boa mas dá pra estudarmos um khaleege muito mais clássico do que os das russas, que encontramos nos vídeos mais antigos como o da Lucy que eu postei no blog.
Eu achei super fofa a entrada de cena da Carlla Sillveira e completamente diva! E também foi perfeita a movimentação de mãos que ela faz no comecinho da música... adorei!!!



Maquiagem

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Naima Akef

Infelizmente está chegando ao fim os nossos estudos sobre a Naima Akef, esse é o penúltimo post sobre ela, ainda estou pensando em uma bailarina para os meses de setembro e outubro podendo ser tanto atual quanto antiga e de qualquer nacionalidade desde que tenha vídeos disponíveis no youtube para estudo, sugestões?
Vou a caça de alguns vídeos na internet pra ver se encontro a próxima bailarinas pros nossos estudos.
Voltando a nossa diva Naima, ela faz um camelo diferente do nosso, pois ele "não tem bumbum", ou seja, ela não o empina e enquanto faz o camelo ela desliza o quadril de um lado para o outro, mas não só o quadril que ela desliza também o movimento. A Naima trabalha diferentes grupos musculares enquanto faz o camelo, é uma noção corporal completamente diferente daquilo que estamos acostumadas, não vou me atrever a escrever aqui como você irá fazer pra "descobri-los".
De fato ela é uma das bailarinas mais "chatas" de se entender, no bom sentido, o quadril dela é fantástico mas é tão pequenininho e por conta disso é preciso assistir o mesmo vídeo várias e várias vezes pra poder entender aquilo que ela está fazendo. Mas ela é uma bailarina maravilhosa de se assistir pra simplesmente apreciar a dança do ventre, na sua época de ouro.
Queria entender o que ela faz em 3:08, ela faz um shimmie pra lateral trabalhando os braços, de fato eu não entendi o que ela fez, e em 3:14 dá pra ver o que eu disse a respeito do camelo que ela faz, e outra coisa que eu percebi que ela usa muito o redondo malabarista com o camelo sempre bem pequenininho, 4:22.


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Roupas

Uma coisa que eu tenho visto ultimamente é que as roupas de dança hoje estão muito mais simples do que há pouquíssimo tempo atrás, hoje os cintos são bem finininho e sem franja, e algumas vezes nem tem cinto a saia que é um pouco bordada, os sutiãs são bordados mas nada exagerado e nem sempre completamente bordados.
As saias variam um pouco mais, tem o godê duplo que nunca sai de moda e tem a saia um pouco mais justa com uma super fenda, e não importa qual saia seja sempre de shortinho (o que é essencial!).
As cores eu tô vendo muito roxo e roupas coloridas, e as coloridas vem reinando já tem um bom tempinho mas é legal que dá uma "animada" no visual e sendo bem feita e com as cores certas vira A ROUPA!

domingo, 15 de agosto de 2010

Desânimo

Estava pensando nesses dias e também uma aluna comentou comigo no mês passado sobre o desânimo na dança, e também comentei sobre isso no meu perfil que eu passei sobre altos e baixos.
E de fato, conversei com bailarinas famosas, alunas, professoras e todas me confirmaram que passaram por essa fase de desânimo e por mais que seja uma fase chata e decisória na nossa vida de "bailareca" acho que é justamente essa fase é que faz a diferença, pois quando voltamos é mais empolgada, com mais gás, renovada, energizada, e com muitas novidades.
Sei que é nessa fase que nos perguntamos: "por que eu danço?", essa resposta é muito individual mas temos que nos perguntar para você decidir o que de fato você quer da tua vida de bailarina de fato, descanse mas descanse muito pois tem uma hora que o corpo pede, a mente pede, fica difícil o processo como um computador sobrecarregado, ele não precisa de um tempinho pra poder voltar a funcionar?! Lógico que sim, então faça o mesmo com você! Querendo ou não nosso corpo é uma máquina, precisa recarregar tanto com comida, água, como com o descanso.
Não se compare, não fique encucada com as coisas que acontecem ao seu redor, sei que isso acontece e muito mais do que pensamos e não é por inveja (não que não tenham invejosas por aí) mas porque nos sentimos uma "besta" na dança que está sendo passada para trás mas tente manter a calma e a serenidade para poder traçar seus objetivos, para estudar com calma, se assista dançando mas não se destrua tente ver os pontos positivos e negativos de sua dança, dance para alguém de sua confiança, é ótimo ter opinião de terceiros, que você tenha certeza que irá fazer críticas construtivas e não querer te jogar mais pro fundo do poço.
Fique um pouquinho só, assista vídeos de bailarinas que você mais gosta ou de bailarinas que você nunca teve a oportunidade de estudar você pode se surpreender e muito com elas, essas bailarinas podem te inspirar, te dar ânimo para estudar e continuar dançando e tanto faz se são atuais, antigas, egípcias, libanesas, turcas, russas, americanas, européias desde que elas te animem a dançar, a estudar, e principalmente de criar!
Experimentem dançar em casa, sem medo de ser feliz, dançar por prazer, dançar porque te faz feliz, isso faz total diferença!!!

Dançando em casa

Como eu já disse aqui no blog, sou fã da Yaël de carteirinha... essa francesa é demais, adoro!


sábado, 14 de agosto de 2010

Khaleege

Nessa apresentação de khaleege, mais uma vez as russas dominando o blog, vemos alguns movimentos novos e muito fofos a serem estudados, de cabelo, braços, tronco, etc.



E esse vídeo clássico da Lucy dançando khaleege nos anos 90, outros movimentos, outro estilo, e uma postura completamente diferente. Simplesmente deusa!!!

Maquiagem

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Naima Akef

Assistindo aos vídeos da Naima percebi que ela gosta muito dos oitos na horizontal, frente e trás, ela os faz de mil e uma maneiras e inclusive um dos deslocamentos que ela mais usa é o oito para trás andando para frente, praticamente em todos os vídeos dela ela faz esse movimento e sem contar as quinhentas criações que ela faz em cima desses dois movimentos.
Um passo que me chamou a atenção é um giro que ela faz, aqui chamamos de giro bêbado, em que se pisa em quatro pontos (frente, direita, trás, esquerda) só que cruzando as pernas e ela faz esse movimento com o oito para trás, mas ela começa se deslocando para trás e executando um oito para trás grande e deslizando bastante para os lados, e de repente ela começa a girar e esse giro parte do "giro" que o quadril dá para executar o oito, de vez pensar em girar o quadril ela gira o corpo e começa o giro do bêbado (4:04).
E com os braços ela faz um grande círculo na vertical com os dois braços indo na mesma direção, o braço é simples mas vai pedir muita coordenação motora.


segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Dabke

O dabke está na moda!
Sim, muita gente usando o dabke para dançar não como dabke mas como saidi ou um saidi moderno, mas não fica ruim não muito pelo contrário, existem várias apresentações com dabke que são maravilhosas e mega animadas.
Mas espero que avisem as alunas a diferença entre o dabke e o saidi, que é mínima, para deixar bem claro que são danças de países completamente diferentes e a maneira de se dançar também é diferente.
E outra coisa que eu também tenho visto são as pisadas de dabke em saidi, seja uma música folclórica de saidi ou uma música clássica que tenha saidi, fica bem interessante só temos que ter cuidado pra não fazer mais dabke do que saidi.
E aqui está uma apresentação com um dabke que ficou maravilhosa, super animada.


sábado, 7 de agosto de 2010

Khaleege

As russas mandam muito bem no Khaleege, são invejáveis! Sei que várias bailarinas russas dançam em países árabes, eu acredito que tenha sido por conta disso que elas dançam tão bem o khaleege.
O que eu acho engraçado é a vibração do público com relação as coreografias de khaleege, o quanto o khaleege é forte na Rússia.
Mais uma coreografia maravilhosa de khaleege pra vocês.


quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Vídeo

Sei que a copa do mundo já passou tem séculos, que a Espanha foi campeã, etc etc etc.
Mas eu achei esse vídeo tão fofo que eu decidi coloca-lo, pois nem todo mundo o assistiu ainda.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Naima Akef

Eu estava futricando o youtube através de vídeos para estudo da Naima, e encontrei essa montagem que eu achei simplesmente PERFEITA! E acho que vale muito a pena assistir, principalemente a primeira parte aonde a música de fundo é Tamr Henna, ficou lindo!!!





Agora voltando a parte técnica, eu achei uma combinação que a Naima fez que eu achei muito interessante, pequenininha, e por incrível que pareça são de movimentos básicos, o que é mais legal! Ela faz um oito para frente bem pequenininho, de um lado ela o executa normalmente e do outro ela faz duas batidinhas (estilo básico egípcio) quando você estiver desenhando a "parte da frente" do oito, pertinho de quando você for passar o peso para outra perna, mas essas batidinhas são extremamente suaves senão faz com que perca a magia da técnica (2:23).
Outra coisinha também que ela faz, super simples, mas que eu achei super bacana é que na meia ponta ela faz um redondo pra fora com um dos lados do quadril, não muito grande, e quando você for fazer o "segundo" você faz um arabesque (2:27).


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Bumbum!

Geeeeeeeeentem!
Como eu tenho visto o povo empinando bunda por aí, credo!
E temos que tomar muito cuidado que isso tem acontecido muito e com coisas simples, como num redondão... a galera empina o bumbum pra depois começar a fazer o redondão, não dá... já parou pra pensar que quando você faz isso você pode estar com o bumbum na cara de alguém?! Isso não é legal, principalmente pra você pois podem fazer péssimas críticas a seu respeito por conta de um descuido, e aí lascou tudo!
Aaaaah... sem contar o povo que empina o bumbum enquanto dança e ainda diz que está com o quadril encaixado e isso faz um mal danado a saúde, tenho uma colega que ela fraturou a coluna por conta de má postura porque ela empinava o bumbum e dá pra você ver o osso da coluna dela mais alto do que os outros, o formato certinho, estou comentando sobre ela pois ela me permitiu dizer isso para as minhas alunas mas como o blog é visitado por gente do país todo não vou dizer o nome dela para preserva-la, mas ela tá com um problema sério de saúde por conta de postura e ela não é a única a ter esse problema, temos que tomar cuidado com relação a isso no nosso dia-a-dia procure um médico caso você sinta dores na lombar ou na coluna de modo geral, não tome remédios por conta própria pois você irá prejudicar outras partes do seu corpo só porque não quer ir no hospital e fazer um check-up, gente... isso é muito sério!
Não estou falando que vocês tem que andar com o bumbum completamente encaixado e ficar "desbundada", não é isso até mesmo eu não sou médica, mas tenho noção de que se está doendo é porque tem algo errado com a postura e com a saúde, e precisamos procurar um médico!
É melhor se cuidar, ter uma postura legal, tudo certinho pra podermos aproveitar ao máximo a dança por anos e anos, do que não se cuidar e ficar com a saúde comprometida e o tempo de dança limitado... já pararam pra pensar nisso?!

domingo, 1 de agosto de 2010

Post Extra - O estudo da dança do ventre no Brasil

Sei que é um post extremamente polêmico e que irão me jogar pedras e mais pedras depois disso, mas sinto que eu preciso falar sobre isso.
Tenho assistido vídeos de umas bailarinas européias e além de ver fotos dos meus contatos de dança do velho continente, Europa, e como é diferente o estilo delas com o nosso e é enorme essa diferença, e NÃO pense que nós seguimos mais o estilo egípcio pois isso é uma mera lenda! FATO!!!
Se você pegar um vídeo de alguma européia e de alguma brasileira e comparar a um vídeo do Reda, Raqia, e outros vocês verão que a leitura musical delas é muito mais fiel aos egípcios do que a nossa, sem comparações. A nossa leitura está muito mais voltada para o estilo americano ou russo, também podem comparar... giros e mais giros, altos "tchans", pernas altíssimas, jazz, balé, zouk, tribal, flamenco, fusões e mais fusões, nossa... cadê a dança do ventre pura? É difícil encontrarmos!
Mas não generalizaria poucas brasileiras, poucas poucas MESMO, tem essa linha mais egípcia você vê pela interpretação, a leitura são outros quinhentos é uma outra dança, e é LINDA!
Estou encantada com um vídeo de uma bailarina húngara, a menina é novinha tem 21 anos, mas é linda, perfeita e que quadril soltinho!
Sei que elas tem muito mais acesso ao Egito e seus festivais do que nós brasileiras mas existem os DVDs que podemos estudar, e sem contar o youtube aonde encontramos vários vídeos de bailarinas antigas e atuais aonde podemos estudar, ou seja, não é por falta de material mas é porque o estilo não nos agrada num todo, prontofalei!
Foi que nem nessa segunda, uma aluna veio me perguntar sobre o baladi e é uma dança sem passos de efeito, é uma dança simples e ela ficou espantada com aquilo e não foi a única a ficar assim, outras meninas que estavam por perto e escutaram também ficaram. Ninguém mais pensa em fazer seqüências com passos simples, ninguém mais quer ficar no nível iniciante e ter uma base sólida e bem construída, NINGUÉM MAIS!
O tanto de meninas que eu vejo pulando de nível, que com um ano de dança já foi pro nível avançado, como assim? Nos outros níveis existem tantas coisas legais e IMPORTANTES a serem estudas e o pessoal está simplesmente pulando essas etapas e só pensando em pré-seleção, professoras empurrando alunas pra fazerem essas pré e concursos mas não pra ver a aluna brilhando e sim pra falarem "Foi eu quem a fez!", SIM AMIGAS.... é unicamente pra fazer o nome delas, esse mundo da dança é egoísta!
Por conta disso que eu acredito que estejamos tão longe do estilo árabe de fato, poucas pessoas estudam a dança de raiz, como eu estava conversando com uma amiga minha e ela comentou comigo que a bailarina X, não vou citar nome de bailarina nenhuma nesse post, estuda danças que ninguém mais estuda mas que fazem parte da estória daquele povo e que a torna ímpar, e é o melhor pra ela.
Já tinha iniciado esse tema em um outro post no blog e acho importante falar um pouco mais sobre ele e as pessoas que comentaram comigo sobre esse post estavam encantadas com o vídeo nele e de fato é encantador, simples mas perfeito, não estou dizendo que no Brasil não temos potencial, que está tudo perdido, NUNCA!!!
Acho que deve haver uma definição do que você estuda, se você goste do estilo americano vá e seja feliz, e as estude de fato e diga que as estude, que é o seu foco, como a Saida faz, se você gosta do libanês idem, se gosta das russas idem, e assim por diante... também não significa que você irá estudar somente elas mas é focar tua dança no estilo que você deseja, simplesmente isso!
O Brasil tem um estilo de dança próprio, e ele é mais parecido com o das americanas e russas do que as egípcias, só acho que devemos definir o que queremos ser e estudar, qual é o nosso foco, quem é a nossa maior inspiração?! E vá em frente, sempre!!!
Não estou falando que a nossa dança está errado, que tudo está perdido, não... só estou comentando da ilusão que existe em dizer que seguimos fielmente o estilo egípcio sendo que eu vejo bailarinas, alunas e professoras que se você falar mal das Bellydancers Superstars você apanha, ou da Sadie, porque elas sim dançam demais... melhor do que Dina, Randa, Aida Nour, etc. Mas se você perguntar pra essa pessoa que estilo ela segue ela dirá que é o egípcio sendo que ama e estuda as americas.
Então meninas, pensem bem, assistam vários vídeos, vejam qual te agrada mais e siga essa linha... tem espaço pra todo mundo!

Dançando em casa - Tranquinho (Variação)

Para Naiane!

Uma aluna, Naiane, há um tempo tinha me pedido pra explicar um passinho que a Kahina faz no último Noites no Harém do ano passado, foi até um vídeo que eu comentei com o blog que eu tinha gostado da leitura que a Kahina fez dessa música, me surpreendeu.
Pense em um oito para trás, sem alterar a altura dos ossinhos, e concordam comigo que se fossemos desenhar esse oito no papel ele seria feito apartir de uma linha né? Ou seja, usamos a linha pra desenhar o oito no papel, só que nós iremos quebrar essa linha e desenhar o oito com pequenos traços, e temos de fazer isso com o quadril e treine isso por um tempo até ele ficar bem fluído e você não precisar pensar no movimento, propriamente dito, para executa-lo.
Algumas podem conseguir fazer esse movimento, simples, muito rápido mas eu aconselho a estuda-lo bem pra ficar o mais natural no teu corpo e você ter o maior domínio também.
E o que a Kahina faz? O mesmo oito que dividimos anteriormente ela o faz só que com tranquinhos EXTREMAMENTE suaves e sem qualquer tipo de contração muscular e quando chega no eixo ela faz ísquio e cóccix e deu esse super efeito.



Apartir de 3:24
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...