domingo, 31 de janeiro de 2010

Noites no Harém - Brega

Encontrei por acaso esse vídeo da Nur dançando na Khan el Khalili no Noites no harém brega. Ficou engraçado o vídeo, nunca tinha pensado em dançar Macarena com dança do ventre, sem contar alguns passinhos maravilhosos que elas fez que dá pra estudarmos.


Dançando em casa - Mini Camelo

Para a Aleandra!!! =)

No mesmo dia em que estavamos conversando na recepção do studio, ela me disse que estava em dúvida com o quadril da Elis, não identificando a técnica utilizada em cada vídeo.
E nesse vídeo a Elis Pinheiro ela usa um mini-camelo que as bailarinas antigas principalmente usavam, esse tipo de camelo não tem tanta projeção do bumbum para trás, é feito no ísquio, a frente, por isso esse efeito. É um passo pouquíssimo usado hoje em dia e é difícil de conseguir esse efeito, pois você terá que diminuir o desenho do camelo ao tamanho de uma unha, praticamente, e sendo feito para frente.
Fique de pé, pés paralelos, e arrume a postura, deixe se peso no eixo e agora experimente jogar o peso para os dedos, é justamente esse espaço entre o eixo e os dedos do pé que você tem pra fazer o mini-camelo, siiiiiiiiim... ele é minúsculo!


Elis Pinheiro - 1:54



Samia Gamal - 0:08

Julgamento

Eu acho incrível o julgamento que o povo faz por aí, por conta de um acontecimento no ano passado, como ainda metem pau em certas pessoas mas nunca soubemos o verdadeiro motivo de tudo isso, e eu acredito que nunca saberemos.
Mas mesmo assim a dança continua forte, muito mais forte do que o povo acreditava que seria, já davam o seu falimento como certo, mas por incrível que pareça isso não aconteceu, e fico feliz por isso pois seria uma grande perda pro mundo da dança do ventre.
Mas o que eu acho realmente um sacanagem são os julgamentos que fazem, as críticas, chegando a ser de baixo nível como eu já li em alguns lugares por aí na internet, mas como também eu já escutei bastante por aí também. Aí eu me pergunto, quem somos nós pra julgar as pessoas? Primeiro que julgar alguém só cabe a Deus na minha opnião, segundo NINGUÉM sabe o que aconteceu de fato então não podemos dizer que X ou Y está errado, nós não estavamos lá pra saber, e terceiro e já que falam tanto é porque queriam estar lá mas não são capazes.
Pra mim a melhor coisa a se fazer é ficar na sua, se você gosta de X ótimo pra você, seja fã, admire, vá, conheça, mas não critique Y e vice-versa. E viva a SUA vida!

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Festival de Folclore

Em abril acontecerá um super evento organizado pela Raqia Hassan sobre folclore, que é um tema pouquíssimo estudado mesmo que ele seja essencial pra dança com os bailarinos mais requisitados do mundo da dança do ventre, Raqia Hassan, Dina, Randa Kamel, Soraya, Dr. Mo Geddawi, Momo Kadous, Zaza Hassan e outros. O que eu realmente fico sentida é da dificuldade que é pra nós participarmos devido ao valor das aulas e da viagem, é um investimento muito grande mas ao mesmo tempo necessário. Outra coisa que eu fico chateadíssima é com a falta de workshops internacionais, sim, só temos 2 grandes eventos por ano mesmo tendo vários grupos e escolas de dança espalhados pelo Brasil, e escolas fortes, o que eu sinceramente acho uma grande pena!
Tenho visto bailarinas européias maravilhosas, e que eu sou fã de carterinha, com aquele "Q" das egípcias, uma leitura mais fiel a das egípcias e o Brasil tem tudo pra explodir nesse sentido pois na Europa a dança do ventre está cescendo agora e no Brasil já cresceu alguns anos atrás mas se estabilizou, não tô desmerecendo o trabalho das bailarinas ótimas que temos aqui de maneira nenhuma, tiro o meu chapéu pra várias, mas acho que poderiamos investir mais nos works internacionais.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Aysha Almeè

É tão raro encontrarmos vídeos com folclore que não poderia perder a oportunidade de posta-lo aqui, e principalmente se tratando de Khaleege, pois quando escutamos falar em apresentação de folclore sempre pensamos em saiid ou baladi, dificilmente se trata de qualquer outro estilo de folclore, não me pergunte o porquê. Eu simplesmente adoro Khaleege e Ayub, o Khaleege é uma dança para agradecer a Deus, louvar a Deus ou são músicas mais românticas, e o Ayub é quando a bailarina espanta os maus espíritos do local, não tenho certeza sobre nenhum dos dois rítmos mas foi isso que me foi dito a respeito.
E essa é uma apresentação da bailarina Aysha Almeé, que é um doce de pessoa, no Noites do Harém do dia 10/01/2010, espero que vocês gostem!


Maquiagem - Make up

Outro esfumaçado, mas esse é completamente divino!!!

Dançando em casa - Movimentação com o peito

É um passo pouco trabalho, e muito menos usado, mas eu me amarro... ahahahaha...
Podemos trabalhar o shimmie de peito, pensando em movimentar os ombros para frente e para trás mas de maneira alternada, deve-se começar devagar porque tem um pouco de coordenação motora SIM, então pense nos ombros "frente, trás, frente, trás", ou "1,2,3... 1,2,3" sempre começando pelo ombro que estiver atrás, e assim vai degrau por degrau sem pressa e sem desespero. Não se preocupe se não conseguir a primeiro instante, o importante é persistir no exercício até que ele saia de uma forma fluida e limpa, e vá sempre acelerando e isso vai fazer com que seja pequinininha a movimentação e aconteça o shimmie.
Outro passo é o trabalho com peito, pra facilitar nossa vida podemos pensar nos pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste) ou numa cruz (frente, lado esquerdo, lado direito e trás), pense em jogar o peito para frente, abrindo as costelas, depois deslize o tronco para um dos lados, depois para dentro fechando bem as costelas, como se alguém estivesse te empurrando pelos peitos para trás, e depois para o lado oposto ao que você foi anteriormente, e volte para frente.
Esse passo já é mais complicado que o shimmie de peito, requer muito mais dedicação e estudo da aluna, comece sempre devagarinho pensando em cada ponto até que o corpo se acostume nessas posições, que você não precisa mais parar para pensar em como colocar o peito pra lateral, e depois vá "ligando" esses pontos para formar um círculo. E apartir desse exercício você tem 2 trabalhos de peito diferentes, losângulo com o peito e redondo de peito.

Pré Seleção

Estou longe do mundo DV (dança do ventre) o que não ajuda muito no quesito novidades, mas o pouco que eu tenho conversado com minhas amigas e alunas a que tudo indica é que esse ano começará de fato depois do carnaval, muita gente tá viajando (como eu) e as que não estão se dando um merecidíssimo descanço, e sem contar também que tem muita gente estudando pra Pré Seleção da Khan el Khalili e da Lulu Sabongi.
O que resulta no afastamento de muita gente... sinceramente tô curiosa com a Pré seleção da Lulu, já que bailarinas de vários estilos, vários lugares vão participar pra decidir esse "Padrão", mas eu me pergunto como será esse padrão? Não estou agredindo, criticando ninguém, estou muito curiosa, porque na Khan el Khalili conhecemos o estilo da casa mesmo que cada bailarina tenha o seu jeito de dançar, sua técnica, sua leitura, mas elas tem aquele "X" da Khan, e o da Lulu por englobar várias bailarinas com seus respectivos estilos será no mínimo interessante. Enfim, bora esperar, 1 ano, pra ver como será a coisa!!!

sábado, 16 de janeiro de 2010

FNAC - Revolta!!!!

Como vocês sabem eu estou de férias, recarregando as energias pra voltar com força total em 2010, e eu estava em Paris quando eu fui na FNAC e é simplesmente COISA DE LOUCO, eu fiquei passada, que nem criança quando vê brinquedo os olhos brilham, você quer de qualquer jeito aquele cd, mas não estou falando de 1 ou 2 cds, e sim de DUAS ESTANTES dedicadas SÓ a dança e países árabes, é a perdição para as bailarinas.
Vários artitas, vários estilos, de vários países, e eu sei que aquela quantidade de cds é devido a forte imigração árabe na França, mas o Brasil também tem e por que não temos essa variedade de cds e dvds originais????????

domingo, 10 de janeiro de 2010

Dançando em casa - Como juntar os passos

É uma questão complicadíssima que atrapalha a vida tanto das alunas quanto de profissionais por aí, e não é uma coisa muito explicada em sala, não se trabalham muito. Na maioria das vezes aprendemos isso no tapa, como eu por exemplo, e mesmo assim demora para entender de fato como funciona e ficar com uma dança fluida, é uma coisa que aparenta ser "ridícula" mas que faz toda a diferença na hora que dançamos a ponto que um leigo consegue entender, porque senão fica como se você estivesse parando de dançar pra pensar no que fazer depois ou que você está fazendo pose pra foto, fica chato.
Eu confesso que eu aprendi isso sozinha e quem me deu a dica foi a Lulu Sabongi quando eu prestei a Pré-Seleção da Khan el Khalili em 2007, e infelizmente não pude ir pois torci o joelho direito, mas Deus sabe o que faz, e ela me disse as minhas seqüencias estavam quebradiças, como as bailarinas atuais mesmo, e que eu deveria estudar os sinuosos (oitos, redondos e ondulações) para ficar com a dança fluida.
Ou seja, faço um básico egípcio e quero liga-lo a um trabalho de braços, como transferir o movimento do quadril para o tronco? Nesse caso poderiamos usar um camelo invertido, ou ondulação invertida é a mesma coisa, pois faz com que você "suba" com o movimento, é um exemplo super simples mas nos mostra que vamos fazer seja meio redondo, ¹/³ de oito, seja lá o que for pra ligar um movimento no outro, só devemos pensar no seguinte: "Aonde o meu quadril parou?", "O que eu quero fazer agora?", "Como posso ir do movimento X para o Y?", mas SEMPRE usando um SINUOSO seja ele qual for.
As melhores bailarinas para se estudarem isso são as antigas, Samia Gamal, Taheya Carioca, Naima Akef, Souher Zaki, e etc.

Didem - Novamente

Como é início de ano então as coisas estão muito paradas no mundo DV, muitas estão viajando, outras várias estão voltando agora as aulas e pros estudos, então está tudo calmo a princípio.
Estava vendo esse vídeo da Didem de 3 anos atrás, podemos ver nesse vídeo que ela melhorou muito comparando aos vídeos dela antigos, pegou mais técnica, enfim mas ela fez algumas coisinhas nesse vídeo que foram no mínimo toscas!
A primeira foi juntar as 2 mãos nas costas e tentar movimenta-las, eu detestei!
Segunda coisa foi o Taksim, ela simplesmente fez a abertura e esqueceu da música, e ficou lá girando com a abertura, não sei se tava limpando o chão, se tava coçando alguma coisa, enfim sem noção total. E a terceira, ela ainda na abertura passa o braço direito por de trás da cabeça e trabalha os braços, pra quê?!?!?!?!
E ainda tem que por boa parte da música ela só fica no contra-tempo, tosco!
Gostei da calça dela, e de alguns passinhos de efeito que ela faz.


sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Dina

Simplesmente ADORO a Dina, sei que ela é 8 ou 80, ou amam ou odeiam ela, mas eu faço parte do grupo que ama, a dança dela é delicada no sentido de tamanho mas é impactante, apartir do momento que você entende como é a sua dança você se apaixona, é tudo pequenininho, detalhado e preciso, isso que é fascinante, não é atoa que ela é considerada há anos a melhor bailarina de dança do ventre do mundo.
O vídeo é pequenininho mas tem várias coisas a serem estudadas.

Maquiagem - Make up

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...